SEGUIDORES

terça-feira, 19 de abril de 2011

DESTINO

                                                                           (imagem google)
DESTINO...

Uma nova era, 
anuncia no ar... Mudanças!
Mudanças que vem no vento, 
e que, a todo momento,
me invadem o coração...

Entre um plano e outro,
que faço e desfaço,
invento jaulas e laços,
seguro perto de mim...
O que for ilusão.

Com o pensamento solto no ar,
venço distâncias... Salto barreiras!
E, mais uma vez, ou a vida inteira,
vou brigando e brincando a mesma brincadeira,
em que o destino, por ironia, devolve a menina,
que em mim, ainda tem parte ou...
A mulher que preciso ser.

Entre planos e desenganos,
destranco meus sentimentos,
vou ao encontro dos meus motivos,
que, por encanto ou desencanto,
parecem uma resposta justa à criança 
que "fui" ou a adulta que vou ser.
Definindo, enfim, para mim,
o que é viver.

E assim sigo...
Entre jaulas ,
planos e laços,
te seguro perto de mim,
por seres assim...
Uma doce ilusão.

NENA

3 comentários:

  1. um doce poema com palavras fortes ...
    encantei-me!

    beijos!!

    ResponderExcluir
  2. Me vi em suas palavras!
    Tocou -me o coração!
    Beijos
    Aline

    ResponderExcluir
  3. Não tem como não sentir.
    Parece que fala de mim.

    ResponderExcluir