SEGUIDORES

domingo, 16 de janeiro de 2011

ANJO

ANJO

Sinto-te o tempo todo...
Não sei quem é, embora, creia, conhecê-lo...
Chega sempre na hora exata...Quando preciso e...
Preciso sempre!!!
Vejo-te nos sonhos, as vezes medonhos, outras...
De muita paz e brandura, feito nuvem em
plumas... Candura.
Passas por mim,  não me olha, não ti vejo...
Sinto tua luz em tons de alegria, vaporizado no ar...
No coração, na mente...
Me afaga,  apaga as rugas da minha cara, as
fugas da alma, os calos da palma, aliás... És
calma... Imagem tranquila, mar em calmaria,
praia vazia... Natureza,  criação e cria.
Vê tudo... Passivo.
E paz... Partilhas.

És inspiração... Centelha divina, sopro de vida
que aviva o amor em meu coração...
Parece nunca desistir, não se cansar!!!
Inseguro eu... Não respondo, não correspondo
a confiança, que tens em mim.
Vê tudo do alto da montanha... Do cume, e
eu no lodo, tentando me livrar das amarras
dos pecados originais... Graves sinais!!
Meu anjo da guarda, me guarda e aguarda
paciente, a cura de minha alma doente... Descrente.
Tantas vidas!!! Voltas e idas, e eu tão lento...
Sob tuas asas e teu olhar atento... Amor e talento,
ilusão de liberdade, prisão do lado de fora... Relento.
Acorda-me, descerre a cortina, desperta-me à luz...
Apare as aresta, corte as raízes, me faça ir ... Evoluir!!!
Já mostrou-me o caminho... Interfira!!!
Não sei caminhar sozinho!?!
Do meu livre arbítrio... Sou refém!!!
Feito pássaro livre que não sabe voar...
Estou pronto, quero partir...
Também te libertar de mim...
Sei que almejas voos mais alto e...
Pode ir, pode voar!?!
A tua luz, sempre vou seguir...
O teu amor fraterno sempre vai,
meus passos guiar.

GERALDO.

4 comentários:

  1. Poeta, meu amigo, simplesmente magistral!!! Carinhos e beijos pra ti.

    ResponderExcluir
  2. Vai, poeta... vai soltando... deixa nada dentro não!

    Muitos beijos.

    ResponderExcluir
  3. Como sempre, seus poemas são lindos.
    Um abraço.

    ResponderExcluir